Página inicial

 Página inicial

 Álbum de Fotos

 Agapornis

 Calopsitas

 Papagaios

 Cuidados gerais

 Cortando asas e unhas

 Devo ter um pássaro?

 Direitos dos animais

 Plantas para pássaros

 Ecologia

 Mapa do site

 Histórias reais

 Aves no Antigo Egito

 Aves e a arte

 Aves de São Paulo

 Nossos mascotes

 Campanhas/Banners

 Links

 Nossos Artigos

 Matérias

 Ser Vegetariano

 Proteção Animal

 Escreva-nos!

Criando Papagaios, Calopsitas e Agapornis.
                                                       

As aves sempre fascinaram a humanidade, e uma grande prova disso são as inúmeras pinturas e esculturas de aves encontradas nas Pirâmides, desde simples adornos corporais a Deuses que têm como representação a figura de diferentes pássaros.


   

Na margem esquerda do Nilo, entre Luxor e Assuã, existe o Templo de Hórus, o Deus com cabeça de Falcão, uma divindade do céu.

                                                                                             

O Papiro era o principal material de escrita egípcia onde os hieróglifos tinham muitas formas, dentre elas as formas de vários tipos de aves. Hoje os papiros são uma das maiores e mais populares expressões da cultura egípcia, com seus ricos simbolismos e belíssimo visual estético.

        


Recomendamos a leitura do excelente livro:

 "Como Realizar um Sonho" 

 Uma viagem à terra dos Faraós 

 da saudosa Dra. Ieda C. Pacheco Russo - Editora LOVISE


Hórus - Esculpido na fachada de um dos monumentos egípcios e pintado nas paredes da tumba de Ramsés I no Vale dos Reis.


Rá, divindade Egípcia.

À direita, caça nos pântanos, o texto nesta pintura refere-se a: "Ter prazer, ver coisas boas, apanhar aves como obra de Sekhet (Deusa dos pântanos)...". Reinado de Tutmosis IV, Museu Britânico, Londres.

 

           

À esquerda, Kéfren e Hórus, a majestade do Faraó e a sua proximidade em relação ao Deuses, nesta escultura, Kéfren com o Deus Falcão. Museu Egípcio-Cairo.

IBIS

A Íbis sagrada é um pássaro branco com uma parte negra no bico, cabeça e algumas partes da asa. Ele tem significante importância porque está ligado a reencarnação de “Thot”. Numerosas Íbis mumificados ainda descansam na Necrópole de Hermópolis, o principal centro de cultos para Thot. Milhares de exemplares foram encontrados no local sagrado para cultos de animais na Necrópole de Sakkara. Eles eram especialmente criados na área do lago de Abusir para o embalsamamento e oferecido aos peregrinos para serem colocados nas vastas galerias do local. O Íbis sagrado com sua plumagem iridescente é visto na linguagem escrita dos egípcios, os hieróglifos. O significado da palavra é “ser radiante” nos tempos antigos ele aparecia como uma metáfora para a “transfiguração” e finda por se tornar à imagem do morto transfigurado.
 

   


FALCÃO

O vôo assustador e a agressividade natural do falcão deram a ele uma posição especial no culto. Nas pirâmides repousam imagens de falcões e na linguagem escrita em geral esta palavra é determinante do simbolismo Deus. Como um Rei do Ar, o falcão se tornou um animal sagrado do Rei dos Deuses, Horus, e também o símbolo divino do reinado do Falcão. Estátuas usando a dupla coroa, como o grande exemplo de granito no templo de Horus em Edfu, são as demonstrações desta idéia.

Horus era o Deus do céu que protegia a terra com suas asas. Havia outros deuses Falcão como ele: Morth o Deus da Guerra que usava a coroa de plumagem dupla. O Deus do sol Re que usava o disco solar em sua cabeça, e o Deus mortuário, Sokar.

Hator era freqüentemente caracterizado como um falcão feminino, juntamente com Horus, deuses do céu. Nas pirâmides a ascensão de um novo Rei era representada pelo vôo do falcão. O pássaro Ba, símbolo da alma era geralmente demonstrado na forma de um falcão. Nos últimos períodos de mumificação de objetos mortuários ou da múmia em si, freqüentemente havia uma máscara de falcão, como o sarcófago de prata do Faraó Sheskmon II de Tanis no Museu do Cairo.

Veja mais fotos de aves no Egito


[ subir ]



BIRDMANIA 1999-20
11 - birdmania@uol.com.br