Página inicial

 Página inicial

 Álbum de Fotos

 Agapornis

 Calopsitas

 Papagaios

 Cuidados gerais

 Cortando asas e unhas

 Devo ter um pássaro?

 Direitos dos animais

 Plantas para pássaros

 Ecologia

 Mapa do site

 Histórias reais

 Aves no Antigo Egito

 Aves e a arte

 Aves de São Paulo

 Nossos mascotes

 Campanhas/Banners

 Links

 Nossos Artigos

 Matérias

 Ser Vegetariano

 Proteção Animal

 Escreva-nos!

Criando Papagaios, Calopsitas e Agapornis.
                                                       

Penas

Penas nascem novamente, portanto, se seu pássaro perder algumas penas, não se preocupe, elas crescerão novamente!



Pássaros também fazem a "muda", ou seja eles tem uma renovação anual de todas as suas penas. Elas geralmente crescem em 2 a 3 semanas. Entretanto, se houver grandes espaços sem penas, isto pode indicar uma doença, uma deficiência alimentar ou um mau hábito devido a stress ou fungos. Neste caso, procure um Veterinário para detectar a causa correta.

Algumas dicas sobre como observar as penas dos pássaros:

Penas têm uma variedade de funções tais como voar, regular a temperatura, proteção contra mudanças climáticas e expressão visual na “corte” para o acasalamento. Penas são o que diferem os animais das aves. Pássaros com problemas nas penas, na natureza, não sobrevivem.Então, uma atenção especial às penas é fundamental. Pássaros usam seus bicos para meticulosamente arrumar suas penas, tornado-as mais alinhadas e com sua glândula localizada na base do rabo elas tornam as penas à prova d’água. Pássaros também fazem carinho em seus parceiros alinhando cuidadosamente as penas de seu parceiro.

Pássaros escondem sua condição de saúde muito bem, mas se o seu dono observar suas penas pode descobrir algum problema antes que seja tarde demais. Penas grudadas, faltando ou estragadas indicam algum problema de saúde. Alguns pássaros arrancam suas penas o que é um sinal de stress ou que ele está infeliz por algum motivo. A lista de razões é enorme. Desde alimentação deficitária, passando por traumas, sustos, doenças hormonais, psicológicas, vírus, bactérias, piolho de aves, fungos, etc. A parte mais frustrante é justamente diferenciar a causa pois todas parecem idênticas.

Algumas dicas são comuns como observar penas quebradas ou incompletas podem significar gaiolas não apropriadas, muda de pena fora de hora, ou problemas com o parceiro, se tiver algum. Penas fracionadas ou sem brilho indicam alimentação problemática. Crescimento demorado das penas pode significar um ambiente seco, geralmente acontece com bebês.

Coloração anormal pode ser genética, dieta pobre ou doenças internas. Isto é comum em Calopsitas. Muda de penas em épocas anormais, podem ocorrer quando um pássaro passa muito tempo em áreas escuras. Alguns casos de penas em más condições podem decorrer de pássaros com problemas para tratar das penas tais como pássaros com dor no pescoço, nas costas ou falta de equilíbrio.

Cistos na base das penas ocorrem em Calopsitas geralmente relacionado a trauma na base da pena, e em canários devido a problemas genéticos. Somente uma remoção cirúrgica pode corrigir o problema. Calopsitas Lutino sempre tem problema de calvície. Este é um problema genético e em canários um problema hormonal.

Arrancar as penas é um comportamento obsessivo e destrutivo. A aparência é sempre a mesma. Faltam penas no pescoço, barriga, costas e em casos graves em todos os lugares onde o bico alcançar e evitando apenas as penas maiores, ou seja, do rabo e da asa. Os piores casos são quando o problema evolui para a mutilação. Observe sempre seu pássaro com atenção.

 

[ voltar ]


BIRDMANIA 1999-2008 - birdmania@uol.com.br