Página inicial

 Página inicial

 Álbum de Fotos

 Agapornis

 Calopsitas

 Papagaios

 Cuidados gerais

 Cortando asas e unhas

 Devo ter um pássaro?

 Direitos dos animais

 Plantas para pássaros

 Ecologia

 Mapa do site

 Histórias reais

 Aves no Antigo Egito

 Aves e a arte

 Aves de São Paulo

 Nossos mascotes

 Campanhas/Banners

 Links

 Nossos Artigos

 Matérias

 Ser Vegetariano

 Proteção Animal

 Escreva-nos!

Criando Papagaios, Calopsitas e Agapornis.

                        

Dicas para criadores

Segurança

Segurança significa que ao menos dois lados da gaiola devem estar contra a parede, ou cobertos por placas de madeira, o pássaro se sentirá seguro se tiver um lado do qual ninguém pode se aproximar, e conseqüentemente ele poderá fugir se estiver assustado.
Isso é especialmente importante no começo, quando seu pássaro ainda não tem confiança em você e nas pessoas da família, se ele não quiser contato com as pessoas poderá se afastar para o lado "seguro" da gaiola. Um poleiro ou gaiola no meio de um aposento não dá ao pássaro a privacidade de que necessita, além do que poderá ser facilmente derrubado por alguém que tropece acidentalmente ou por um animal, como um cachorro correndo no meio da sala.

 


Também é necessário que no seu ambiente não haja perigo. O básico a seguir é:

-Que não haja pintura na gaiola, mas se for mesmo necessário, que seja utilizada tintas que não contém chumbo.

-Que não se utilize barras que sejam muito largas em relação ao tamanho da cabeça da espécie de psitacídeo, a ponto de acabar permitindo que a cabeça do pássaro passe por entre essas barras, e possa ficar presa por acidente.

-Que não exista partes pontiagudas de arame ou partes enferrujadas.

-Que não exista partes da gaiola que sejam removíveis e possam ser pequenas demais, permitindo que o papagaio as coma (especialmente borracha, por ser extremamente venenosa se ingerida).

-Não se deve acorrentar uma ave! Pois, além de ser uma maldade, pode levar a graves acidentes, se o pássaro se assustar, poderá cair e ficar dependurado por uma perna, podendo muito provavelmente quebrá-la.

[ subir ]

[ voltar ]


BIRDMANIA 1999-2008 - birdmania@uol.com.br